NYT, Yahoo e os native ads

O site do NYT vem explorando os native ads desde janeiro desse ano, criando reportagens produzidas a partir de sugestoes de anunciantes. Em matéria do The Wall Street Journal do mês de maio, Meredith Levien, VP de propaganda do NYT, revela que os conteúdos patrocinados da publicação têm alcançado audiências tão boas ou melhores que os seus conteúdos editoriais.

A matéria interativa sobre os Jogos Olímpicos de Sochi, por exemplo, produzida em parceria com a United Airlines, recebeu cerca de 200 vezes mais visualizações que uma matéria editorial de mesmo nível. Outros exemplos são a reportagem Woman inmatespatrocinada pelo Netflix, e uma matéria sobre o chamado “Millennial Problem, financiada pela Dell.

O Yahoo, seguindo o sucesso do NYT, lançou um novo modelo de anúncios, os “in-stream”. Misturando-se com o conteúdo editorial, usam de uma linguagem e estilo de redação, parecendo conteúdo editorial do site, mesmo sinalizados como propaganda.

(Fonte: yahoo.tumblr.com)
(Fonte: yahoo.tumblr.com)

Em agosto, o apresentador britânico John Oliver comentou em seu programa, Last Week Tonight, sobre o assunto, criticando a aproximação do conteúdo editorial com a publicidade e sintetizando seus principais problemas. Veja o vídeo a seguir – sugiro que espere até o final!

 

por Maria Tebet

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s