Sem categoria

Aplicativos mapeam locais onde mulheres sofreram algum tipo de assédio

por Thainá Zanfolin

A Microsoft, juntamente com o grupo Catraca Livre, o Instituto Eldorado e a Comparex, criaram um aplicativo que mapeia os locais onde as mulheres sofreram algum tipo de assédio. O “Assédio Zero” foi lançado no dia 3 de junho deste ano e teve como inspiração outro aplicativo semelhante, o “Espaço Livre”, criado para que homossexuais pudessem registrar locais em que sofreram algum tipo de violência.

Partindo da mesma premissa, o “Assédio Zero” possibilita às usuárias o registro dos locais por onde passaram e sofreram algum tipo de assédio, seja ele verbal ou físico. A partir destes registros, o aplicativo cria um mapa de calor nos locais onde mais ocorrem assédios. Assim, outras mulheres que também usam o aplicativo podem conferir quais locais são os mais violentos. Para proteger a identidade das vítimas, não é necessário realizar um cadastro para utilizar o aplicativo.

Outro item do aplicativo permite que as mulheres que o utilizam possam receber mensagens e avisos sobre ataques em tempo real, sendo esta uma informação útil para ações de segurança pública, possibilitando que outras mulheres possam ajudar ou denunciar este ataque.

13342355_10206252973420034_1177899961_n
O “Assédio Zero” é gratuito e está disponível, até agora, apenas para sistema Android (Crédito: site Catraca Livre)

O registro e a denúncia dos ataques sofridos pelas mulheres na rua vêm chamando a atenção nos últimos tempos e já existem outros aplicativos semelhantes a este, como o “Sai pra lá”, criado por uma adolescente de 17 anos, tem a mesma ideia que o lançado pela Microsoft: registrar os endereços onde os assédios ocorreram para verificar quais são as regiões mais violentas. O “Agentto”, outro aplicativo de segurança, envia um pedido de ajuda para 12 pessoas escolhidas caso a pessoa o utilize quando sofrer alguma violência.

13334744_10206252973460035_1369477858_o
Criado por Catharina Doria em 2015, o aplicativo é gratuito para Android e iOS (Créditos: Reprodução)

Com o tema do empoderamento feminino e a violência contra as mulheres estando cada vez mais em pauta, o maior objetivo destes aplicativos, além de tentar proteger as mulheres, é mostrar o grande número de assédio e violência que ocorrem todos os dias contra as mulheres.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s