Comunicação, Publicidade, Sem categoria

As 6 emoções que garantem o sucesso de uma propaganda

Por Nathane Agostini

A AlmapBBDO, agência brasileira de publicidade, revelou na semana passada que afeto, aversão, dor, estranhamento, excitação e prazer são as emoções que precisam ser despertadas para que uma propaganda seja gravada na memória de uma pessoa e, assim, tenha sucesso.

A informação é uma prévia do estudo “Emoções, Emojis e Propaganda” desenvolvido pela agência, que contou com a participação de 620 pessoas, que assistiram a 55 comerciais em três ambientes diferentes: a internet, o cinema e em grupos de discussão. Os entrevistados utilizaram, então, emojis para expressar as sensações que sentiam em cenas que para eles eram fundamentais.

Facebook_Reactions15(Reprodução)

A Almap, junto com especialistas e por meio dos avanços da neurociência, traçou um mapa das seis emoções fundamentais para a comunicação e o resultado apontou que até mesmo reações emocionais negativas funcionam em propagandas, pois campanhas capazes de emocionar tem mais chances de serem gravadas na memória de longo prazo do público.

Cíntia Gonçalves, sócia e diretora de planejamento da agência, apresentou ainda outras duas descobertas do estudo: a de que uma propaganda de sucesso deve alcançar o repertório emocional de uma pessoa, ou seja, fazê-la se lembrar de algo que já viveu e todas as emoções relacionadas àquele momento. “Nós temos os 30 segundos da TV ou os três minutos da internet. O tempo é curto para emocionar”, afirmou a diretora.

O outro trecho do trabalho apresentado diz respeito a jornada emocional, segundo a qual quanto maior for a variação entre as seis emoções sentidas pelo consumidor frente à uma propaganda, mais efetiva será a comunicação, deixando o público envolvido e curioso para assistir até o final.

O estudo da AlmapBBDO salienta a importância das emoções, especialmente em tempos em que grande parte da comunicação dá-se por meio de emojis e figurinhas; e contraria as ideias tradicionais de que a publicidade precisa sempre gerar reações positivas, afinal, como a própria Cíntia afirmou, “o que seria da história da chapeuzinho vermelho sem o lobo mau?”.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s