Comunicação, Publicidade

Uma batalha publicitária

Quadrinhos estão em alta. O fenômeno das adaptações de HQ’s para o cinema se torna cada dia mais rentável e popular, angariando fãs que vão muito além dos exigentes leitores da nona arte. Ainda assim, o conhecimento sobre esse universo é limitado.

 Grande parte das pessoas que não estão familiarizadas diretamente com essas revistas provavelmente não sabe listar super-heróis que não sejam da Marvel ou da DC Comics, maiores editoras de HQ’s dos Estados Unidos, e, mesmo entre as duas, muitos mal sabem dizer quem é de qual.

Atualmente, a Marvel domina o cenário cinematográfico. Entretanto, três de suas maiores HQ’s não pertencem a Marvel Studios (Disney): os direitos de X-Men e Quarteto Fantástico pertencentes à Fox, enquanto os do Homem-Aranha pertencem à Sony. Impossibilitada de produzir filmes sobre seus personagens mais conhecidos, a produtora iniciou em 2008 o Universo Cinematográfico Marvel apostando no Homem de Ferro. São 10 filmes já lançados em duas fases de desenvolvimento (encerrando com Vingadores: Era de Ultron e Homem Formiga, em 2015), que tornaram o estúdio um absoluto sucesso.

Já a DC (Warner), que vinha apostando basicamente em Batman e Superman, decidida a recuperar seu espaço na indústria cinematográfica, anunciou um calendário de lançamento de filmes de super-heróis até 2020, competindo diretamente com os lançamentos da concorrente.

Marvel DC 2
Qual grupo é melhor? Vingadores? Liga da Justiça? (Fonte: reprodução)

Com 20 filmes anunciados pelas duas produtoras para os próximos cinco anos (a começar em 2016), a Marvel inicia sua terceira fase trazendo para os cinemas personagens como Pantera Negra e Capitã Marvel, além de mais dois filmes dos queridinhos Vingadores. Já a DC, que também começa seu calendário em 2016, aposta em Batman vs Superman: A Origem da Justiça, Esquadrão Suicida e vários filmes solos de membros da Liga da Justiça, além de filmes da própria Liga. Isso sem contar os lançamentos de outros estúdios como os reboots de Quarteto Fantástico e Deadpool pela Fox. Uma verdadeira overdose de super-heróis.

Desde o anúncio dos dois calendários, fãs de todo o mundo aguardam ansiosamente por essa disputa de proporções ainda não vistas nos cinemas. As apostas sobre os resultados são múltiplas. Mas, além de qualidade, um fator primordial definirá o ganhador: a publicidade. E é aí que entra o movie marketing.

O movie marketing, denominação para a divulgação prévia de um filme, tem como objetivo aumentar a audiência e a rentabilidade através de diversas estratégias publicitárias. Essas estratégias vão desde teasers, vídeos dos bastidores e relacionamento com o público até o principal elemento publicitário no cinema: o trailer. Ele, que pode custar até 500 mil dólares, tem como função instigar o espectador e aguçar sua curiosidade, configurando-se, assim, como uma ferramenta de persuasão. Devido a sua grande importância, o investimento com movie marketing chega a um terço do valor total do filme.

Assim, com tanto filme de um mesmo segmento sendo lançado em um curto espaço de tempo, o investimento em publicidade provavelmente alcançará seu ápice e as ações promocionais se tornarão cada vez mais criativas. Embora seja difícil afirmar quem se dará melhor, de uma coisa é possível ter certeza: uma disputa épica vem por aí e não é nenhum super-herói que vai vencê-la.

Mas e você, é #teamMarvel ou #teamDC?

Por Bianca Velo

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s