Conheça os cursos, Séries Especiais

Conheça o curso de Radialismo!

Hoje vamos falar sobre o curso de Radialismo oferecido pela UNESP Bauru. O curso tem duração de quatro anos e oferece uma grade horária com ênfase nas disciplinas práticas voltadas para TV, como as disciplinas de Prática de Produção em Televisão, Roteiros para Televisão; algumas matérias voltadas para rádio, como Roteiros Radiofônicos; matérias teóricas completam a grade e diferenciam o Radialismo da UNESP de outros cursos, com disciplinas como Psicologia da Comunicação, Sociologia, Filosofia, História e Estética da Arte, que trazem subsídios para os alunos entenderem melhor o mundo em que vivem e produzirem conteúdos relevantes para a sociedade e para o mercado.

(Foto: acervo pessoal)

A maioria dos candidatos ao curso de Radialismo tem um interesse especial em séries e filmes, e isso é muito importante para desenvolver o conhecimento na área, no entanto, não basta só isso! É indispensável que o aluno goste de ler bastante, já que para criar um bom conteúdo é preciso conhecer muitas histórias e ter vasto conhecimento sobre diversas áreas e assuntos. Além disso, é necessário estudar assuntos específicos, como fotografia, direção de arte, direção, roteirização, sonorização. Outra habilidade que o aluno desenvolve ao longo do curso é a de trabalhar em grupo, pois as avaliações são feitas, em sua maioria, através de trabalhos em grupo, e qualquer produção audiovisual necessita de uma equipe que trabalhe harmoniosamente.

Entrevistei três alunos e eles concordam que há falhas na grade curricular do curso, afirmando que poderia ser melhor estruturada e atualizada para oferecer uma formação mais adequada para os alunos. O curso oferece matérias práticas e teóricas voltadas para produções audiovisuais, e, apesar de algumas deficiências, os alunos em graduação têm diversas possibilidades para complementarem sua formação.

Daniel Sewell, aluno do segundo ano de Radialismo, destaca a importância dos projetos de extensão: “os projetos de extensão são muito bons. A maior parte deles permite uma liberdade muito grande dos estudantes e já que Bauru, por não ser uma cidade muito grande, não é um grande polo da comunicação, os projetos de extensão nos mostram como são os trabalho em TVs, rádios, produtoras, entre outras”. Daniel ressalta também que grande parte do desenvolvimento no curso depende do próprio aluno: “o curso nos abre um leque muito grande para escolhermos em que nós queremos trabalhar, mas isso depende da vontade do aluno em pesquisar e estudar”.

(Foto: acervo pessoal)

Bia Abbate, também do segundo ano, diz que “o curso de radialismo é dividido basicamente entre matérias de humanas e matérias de comunicação social. A parte de humanas é bastante completa e dá uma base muito boa aos alunos, e é com certeza o diferencial do curso. Já as matérias do currículo ligadas à prática em radialismo e aos estudos de comunicação social têm seus problemas” e fala sobre a importância dos projetos de extensão: “posso citar como exemplo a WebTV, que faço parte, que é bastante interessante porque permite que os alunos aprendam todo o processo de uma transmissão ao vivo, desde montagem e organização dos equipamentos até a transmissão propriamente dita. Muitos outros projetos de extensão acabam permitindo que os alunos obtenham experiência em áreas que normalmente não seriam exploradas”. Bia salienta, também, a importância do empenho do próprio aluno para sua evolução: “uma característica muito importante que os alunos devem adquirir ao entrar no curso é a disposição de ir atrás e aprender sobre aquilo que desperta maior interesse”.

Rádio Unesp Virtual (Foto: página oficial do programa Que Se Passa no Facebook)

Sillas Carlos, que ingressou este ano no curso, concorda que os projetos de extensão são essenciais para a formação. “Acredito que a maior parte da minha formação nos últimos tempos tem se enriquecido graças aos projetos [de extensão] dos quais eu participo (PET [Programa de Educação Tutorial], LOCOMOTIVA [empresa júnior de Radialismo] E Rádio Unesp Virtual). Pois, além de ter uma noção do mercado de trabalho, coloco muito das coisas que eu aprendo em prática e ainda consigo mais conteúdo teórico”.

O profissional formado em Radialismo pode trabalhar na produção, edição, direção, criação de programas de TV, de rádio, e em uma área em constante expansão e demanda: a de produção audiovisual voltada para a internet. Muitos alunos formados acabam até montando suas próprias produtoras!

Você que vai prestar Radialismo deve estar com as ideias mais claras. Espero que os depoimentos dos estudantes tenham ajudado a fazer sua escolha! Você pode ver também a produção dos alunos no canal do Youtube feito por eles para ver os resultados dos trabalhos na faculdade!

Por Gabriel Reis

Anúncios

2 comentários em “Conheça o curso de Radialismo!”

  1. Olá, gostaria de saber como funciona o vestibular para Rádio e Tv na UNESP e onde posso ter acesso a nota de corte do curso e avaliações antigas… Desde já agradeço e aguardo respostas :D

    1. Bom dia, Euro! Como vai? Você pode se informar a respeito do curso de Radialismo aqui: http://unesp.br/guiadeprofissoes/secao?21_Cursos-de-Humanidades/56_Comunicacao-Social-Radialismo E sobre notas de corte, recomendamos o acesso: http://www.vunesp.com.br/vnsp1406/VNSP1406_306_021751.pdf (ano de 2015). Além disso, mais informações poderão ser encontradas nos portais Vestibular Unesp (http://vestibular.unesp.br/) e na página da Vunesp. Esperamos ter ajudado e desejamos boa sorte!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s