Extensão

Por trás das Visitas Monitoradas

Em 2012 a ACI/FAAC retomou o projeto das visitas monitoradas, que não aconteciam há três anos. A última visita ocorreu na sexta-feira, dia 05 de outubro com a Fundação Bradesco, de Marília.

O projeto foi guiado pela aluna Letícia Scantabule, assessora de Relações Públicas as ACI/FAAC. Aqui ela vai contar as dificuldades e experiências que viveu nesse projeto.

Como surgiu a ideia para reativar as visitas monitoradas?

Na verdade quando eu descobri que ela existia, quis reativá-la porque eu gosto muito de trabalhar com adolescentes. Outra ponto foi que todos nós que estamos hoje na universidade já tomamos a difícil decisão de qual carreira seguir e sabemos o quanto isso é complicado, então porque não ajudar quem está prestes a escolher? Então unimos o útil ao agradável, já que o projeto também funciona como uma oportunidade para divulgar a Unesp de Bauru.


Como foi o processo inicial? Com quais pessoas você teve que entrar em contato? Elas se interessaram em fazer o projeto?

Foi bem complicado. Eu não sabia como escolher os lugares que seriam visitados e nem com quem falar. Então peguei o telefone e saí ligando pra todo mundo que poderia me ajudar. Algumas pessoas se encantaram com o projeto, tinham vontade que ele acontecesse e compraram a ideia, colaboraram e muito! Mas em uma universidade tão ampla quanto a Unesp, há muitos interesses divergentes, então tiveram grupos que infelizmente não abraçaram o projeto logo de início, mas eu acredito que com o crescimento e a evolução das Visitas Monitoradas cada vez mais pessoas vão querer colaborar.


Na elaboração do projeto, quais foram as maiores dificuldades? Como você as solucionou?

O processo não foi fácil, trabalhamos nele durante aproximadamente três meses antes de recebermos as escolas. A maior dificuldade foi adequar o horário das visitas com o horário de aulas da universidade, já que uma ação não pode prejudicar o andamento da outra. Mas na base da conversa e da negociação conseguimos selecionar espaços que estariam disponíveis para serem visitados e que interessariam os convidados.

Durante as visitas houve algum problema, algum contratempo?

Ah, sempre tem né. Principalmente por conta do cronograma e do roteiro da visita. Visitamos cerca de dez laboratórios e espaços da faculdade então o cronograma é bastante apertado. Temos que correr muito para conseguir cumpri-lo, mas sem prejudicar a qualidade da visita.

Qual a parte do roteiro da visita você mais gosta? E qual os alunos mais gostavam?

Eu me encanto pelos laboratórios da FAAC, acho que eles estimulam a criatividade de qualquer um. Os alunos que recebemos curtem muito os laboratórios da Biologia, mas é notável que o interesse deles aumenta quando eles veem algo funcionando, por exemplo os robôs desenvolvidos pelos alunos de Engenharia Elétrica ou o processo de revelação de uma fotografia.


Por que a visita é importante para os alunos do ensino médio? Teve algum caso interessante que você pode contar?

Na minha opinião a maior contribuição que podemos dar aos alunos do ensino médio é a nossa experiência. Contar pra eles um pouco do que os espera na faculdade, falar sobre os cursos e realmente abrir as portas pra eles verem a estrutura da Unesp. Fiquei bastante feliz com uma menina que, na última visita, me disse que agora sim tinha certeza que iria prestar engenharia civil; foi demais poder ver os olhos dela brilhando e dizendo que ano que vem voltaria pra Unesp, e dessa vez como aluna.


Qual a importância da ACI se engajar nessas visitas? E para a FAAC, qual a importância, no seu ponto de vista?

Eu acho de extrema importância. É uma oportunidade e tanto de nós, membros da ACI, mostrarmos do que somos capazes de fazer, nas visitas a gente alia vários conhecimentos vistos em sala à prática e lidamos com várias pessoas, é uma chance de crescimento tanto profissional quanto pessoal! Já pra FAAC, a divulgação que as visitas trazem é grande. Antes de termos esse programa estruturado as escolas já vinham nos procurar, agora acredito que a demanda vá aumentar e a gente ainda vai muito trabalho pela frente.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s