Pesquisa

Alunos da FAAC produzem longa-metragem interativo

Produzir um roteiro em que diferentes histórias se cruzassem. Essa era a idéia inicial de Bruno Jareta e mais cinco estudantes da FAAC para o Trabalho de Conclusão de Curso de Radialismo. Discutidas as muitas possibilidades, surgiu a idéia de produzir um longa-metragem com um roteiro multilinear sobre pessoas que, por um motivo incerto, foram parar em um labirinto. “Decidimos por essa idéia mesmo sabendo as dificuldades que um roteiro multilinear traria e os desafios que uma produção grande ofereceria, levando em conta os recursos limitados que tínhamos disponíveis”, conta o estudante.

“O Labirinto” conta a história de pessoas que, por uma razão desconhecida, acordam em um labirinto. O desafio desses personagens é descobrir como sair dali. A cada bloco, o internauta que assiste ao filme pode escolher com qual personagem vai andar pelo labirinto. Dependendo da escolha que fizer, o filme tem um desfecho.

O trabalho é o primeiro longa-metragem interativo produzido por estudantes de Radialismo da FAAC. Como a idéia era grande, os desafios surgiram na mesma dimensão. “Não tínhamos dinheiro para pagar equipe e elenco, para construir o cenário perfeito, para ter os melhores equipamentos. Conversamos com dezenas de empresas bauruenses e nenhuma aceitou nos patrocinar, apesar de todas admirarem a idéia e oferecerem ajuda de outra maneira”, declara Bruno. A ajuda de amigos e de empresas, e de algumas alterações na idéia original foram as soluções encontradas para contornar os problemas.

Além da confiança e do apoio, o recém-formado Bruno conta que, a prática e os conhecimentos adquiridos durante o curso de Radialismo da FAAC foram fundamentais na produção do longa. “A teoria foi essencial para a concepção do roteiro e trabalhos práticos anteriores nos amadureceram muito para evitarmos muitos problemas durante o período de gravação. Como todo curso, Rádio e TV também tem seus problemas e suas limitação, mas conseguimos superá-las graças ao auxílio de professores e funcionários ligados ao projeto”, finaliza.

O produto foi produzido pelos recém-formados Anderson de Agostino, Bruno Jareta, Laís Gurjão, Natália Torres, Rafael Alves e Octávio Nascimento Neto. O projeto foi orientado pelo professor Marcos Tuca Américo. O elenco de “O Labirinto” é composto por 28 atores, a maioria bauruense.

O longa-metragem “O Labirinto” pode ser conferido no link http://olabirinto.com/

Marcel Verrumo

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s